Image Image Image Image Image Image Image Image Image

O Sistema Brasil-ID (www.brasil-id.org.br) está entrando numa nova fase de expansão

julho 31, 2015 | By | No Comments

Com base na estruturação da Operadora Nacional dos Estados (ONE) e nas soluções tecnológicas industrialmente disponíveis, empresas do setor industrial, de serviços, de transporte e varejo podem se beneficiar imediatamente de dois programas – o ‘Canal Verde’ da Bahia e ‘Trânsito Livre’ do Rio Grande do Sul. 

O Projeto Canal Verde Brasil-ID é um Regime Especial de fiscalização para automação dos procedimentos de fiscalização nos Postos Fiscais de controle de mercadorias em trânsito, relacionados às empresas de Transportes e Veículos de Cargas. O objetivo principal é reduzir o tempo de parada nos postos fiscais, diminuindo o custo Brasil, por meio do emprego de tecnologias e sistemas previstos no Brasil-ID.

O projeto do Rio Grande do Sul é a segunda fase piloto do Sistema de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias (Brasil-ID) no Estado do Rio Grande do Sul. O sistema é um Regime Especial de Fiscalização que permite o rastreamento automático de cargas e documentos fiscais eletrônicos de veículos de carga. Para isso os caminhões vão circular com chips de Identificação por radiofrequência (os mesmos utilizados nos pedágios eletônicos de todo o Brasil) e, desde que registrados e identificados corretamente, possuirão tratamento célebre nos 6 postos fiscais do estado, inclusive com geração automática do registro de passagem destes veículos. http://www.legislacao.sefaz.rs.gov.br/Site/Document.aspx?inpKey=234958

O Projeto Canal Verde Brasil-ID é um Regime Especial de fiscalização para automação dos procedimentos de fiscalização nos Postos Fiscais de controle de mercadorias em trânsito, relacionados às empresas de Transportes e Veículos de Cargas. O objetivo principal é reduzir o tempo de parada nos postos fiscais, diminuindo o custo Brasil, por meio do emprego de tecnologias e sistemas previstos no Brasil-ID. São empregadas tags RFID em caminhões (os mesmos utilizados nos pedágios eletônicos de todo o Brasil) e também lacres RFID seguros segundo as definiçoes do projeto Brasil-ID. (http://intranet.sefaz.ba.gov.br/scripts/fra_intra2.asp?corpo=http://intranet.sefaz.ba.gov.br/scripts/noticias/noticias.asp?LCOD_NOTICIA=6879)

Além destas, outras unidades federativas como Minas Gerais e Sergipe estarão sendo integradas nesta operação de automação assistida.

No contexto do Sistema Brasil-ID as soluções tecnológicas desenvolvidas para os sistemas SINIAV, Sistema 915 da ARTESP e ANTT mais aquelas específicas para o Brasil-ID são empregadas, cada uma, nas várias etapas dos processo de fabricação, distribuição e comércio, conforme definido nas notas técnicas veiculadas sobre o Brasil-ID.

Neste mês de Agosto as empresas, entidades e organismos públicos que estruturaram soluções e serviços estão sendo convidados a integrarem esta fase de expansão de forma prática:

O descritivo das soluções que desenvolveram e que estão prontas para emprego no sistema (transponders, sistemas de leitura, antenas, aplicativos, operações de serviços, etc) será publicado no portal do Sistema Brasil-ID e distribuído para todas as instituições interessadas,

Amostras das soluções serão utilizadas de forma integrada nos Estados de São Paulo, Bahia e Rio Grande do Sul a partir da primeira quinzena de Setembro para uma implementação operacional completa.

Às empresas utilizadoras das soluções e serviços Brasil-ID será dado um período de experimentação dos modelos de negócio associados (por parte dos fornecedores de soluções e serviços) e poderão fazer pedidos comerciais, negociando com as empresas fornecedoras os termos de operação logo em seguida.

Nos colocamos à disposição para receber o material descritivo das soluções e também necessidades específicas das empresas interessadas (além daquelas já inscritas na programação desta nova fase) em utilizar as soluções Brasil-ID. Os projetos serão estruturados com cada empresa / entidade interessada e publicados antes do início de Setembro de 2015.

Submit a Comment